Paroles Babá Alapalá

Le - Par .

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju, ie

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

O filho perguntou pro pai
"Onde é que 'tá o meu avô
O meu avô, onde é que 'tá?"

O pai perguntou pro avô
"Onde é que 'tá meu bisavô
Meu bisavô, onde é que tá?"

Avô perguntou "ô bisavô
Onde é que 'tá tataravô
Tataravô, onde é que 'tá?"

Tataravô, bisavô, avô
Pai Xangô, Aganju
Viva Egum, babá Alapalá

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Eu quero ouvir, Rio

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Mais alto, todo mundo

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju, ie ie

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Alapalá, Egum, espírito elevado ao céu
Machado alado, asas do anjo Aganju
Alapalá, Egum, espírito elevado ao céu
Machado astral, ancestral do metal
Do ferro natural
Do corpo preservado
Embalsamado em bálsamo sagrado
Corpo eterno e nobre de um rei nagô

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju, mais uma vez

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju, ie

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

O filho perguntou pro pai
"Onde é que 'tá o meu avô
O meu avô, onde é que 'tá?"

O pai perguntou pro avô
"Onde é que 'tá meu bisavô
Meu bisavô, onde é que tá?"

Avô perguntou "ô bisavô
Onde é que 'tá tataravô
Tataravô, onde é que 'tá?"

Tataravô, bisavô, avô
Pai Xangô, Aganju
Viva Egum, babá Alapalá

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Alapalá, Egum, espírito elevado ao céu
Machado alado, asas do anjo Aganju
Alapalá, Egum, Egum, espírito elevado ao céu
Machado astral, ancestral do metal
Do ferro natural
Do corpo preservado
Embalsamado em bálsamo sagrado
Corpo eterno e nobre de um rei nagô

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju, mais uma vez

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Aganju, Xangô
Alapalá, Alapalá, Alapalá
Xangô, Aganju

Gilberto Passos Gil Moreira